Páginas

Escrever é um risco




Escrever é um risco
Arma perigosa a palavra
Quem eu tenho na mira?
Ah, um coração!
Vítima preferida
Nunca erro o primeiro disparo!
Sou perigosa com as palavras
Coleciono-as
para deleite de minhas maldades estilísticas
O que vejo?
uma lágrima...
gosto de ver a vítima sofrer
até a última sílaba
Pobre coração partido
ainda pulsa
mas não lhe devolvo o amor
é meu refém!
aprisiono sentimentos
e lanço-os envenenados
contra toda espécie de leitores
sem dó!

6 comentários:

titofarpas disse...

Está muito bom o poema.
Adorei o seu blog. Está muito bom...
Parabéns e felicidades

#Cicí# disse...

adorei esse poema...
é incrível como as palavras têm poder sobre nós. principalmente, se usadas de maneira correta. e isso você sabe muito bem! =D
a foto também ficou perfeita para o texto.
bjuxxx, linda
=****

Porcelain Doll disse...

Uau... estes sentimentos envenenados são absolutamente deliciosos... não me ferem as palavras só por si... ferem-me as pessoas que as pronunciam e a intenção com que o fazem...

A palavra é uma arma perigosissima, mas mais perigosos ainda são os corações de quem as profere...

Um bom coração nunca profere palavras dolorosas, por mais cruéis e "bárbaros" que sejam os termos utilizados...

Que poema incrível, adorei! Obrigada pelo comentário no impressões... volta sempre!!

Rita Costa disse...

Olá, Adriana!
Menina, que poema danado de bonito esse.
Adorei!
Querida,... vim também te agradecer pela indicação.
Obrigada pelo mimo viu.:) Já li as regras e vou postar assim que possivel ok. Beijinhos e um ótimo fim de semana.

Anônimo disse...

fantastica a sua escrita
participe tb em www.luso-poemas.net

Déynha Pinheiro disse...

O que mas admiro nas palavras,é a maneira que podem atingir as pessoas dependendo da forma de quem as utiliza,pode tocá-las ou simplesmente não significar nada,no entanto você escreve como quem sabe escrever pois suas palavras transbordam sentimentos dos mais diversos e nos prende á si e aos seus escritos,de todos os textos que li no seu blogger esse foi o poema que mais gostei,parabéns!
"Escrever é um risco...Há um coração! vitima preferida.