Páginas

Mosaico Vivo

A cola
unindo
anotações vazias

Óculos escuros
para o sol interior
Borracha apagando
a imagem do espelho
– (des) identidade

O guarda-sol defende-me
do olhar de olhos tão claros
Porta-lápis-lábios-cerrados
Cartões de visita
perdidos de mim.

Texto produzido na Oficina "Desinventando a Poesia" com Fabrício Carpinejar na I BIP.

2 comentários:

Pedrita disse...

muito bonito. até hoje não li nada a susan sontag. beijos, pedrita

Pavitra disse...


adorei seu mosaico!

é um cartão de visitas para mim!