Páginas

Sem fronteiras

O toque da tua pele eu anseio
E desejo as carícias de tuas mãos
Colhendo os frutos do desejo em meus seios

Imploro a umidade dos teus lábios doces
E a invasão da tua língua em minha boca
Sou um país aguardando a tua posse

Finca tua bandeira com dentes em minha pele
Explora a perder de vista meus horizontes
Amor sem fronteiras que se revele

14 comentários:

Pedrita disse...

muito bonito. beijos, pedrita

Anônimo disse...

Pátria amada... feminil.

Sorte do desbravador.

Paz!

Sérgio Franck disse...

Paz para esta terra fértil...

Jacinta Dantas disse...

Ei Adriana,
em pleno sábado, um poema ardente, aguça a paixão. E, por falar em paixão, também eu sou apaixonada por Clarice.
O texto que está no florescer é da narrativa de Agua Viva.
Beijo

Rangel Castilho disse...

Salve, Adriana!

Flores pra essa paixão Tão bela!
Flores pra esse amor...

Belíssimos escritos.

Abraço Pantaneiro.

Sacra disse...

Leer tus poemas como quien escucha una sinfonía...
Felicidades.

Annabel M. Z. disse...

Amor sin fronteras... y qué distinto sería el mundo.
Desde el tú a tú hasta el sentimiento universal, no ponerle fronteras al amor nos haría mucho más felices.

Un beso.

acqua disse...

Amor sem fronteiras a explorar as dimensões daquilo que somos. Belo como sempre carissima...

Arnaldo Norton disse...

Isto sim,é poesia. Que nos entra na pele e nos faz sentir a presença bela e fugaz da paixão.Os meus parabéns. Continue a deliciar-nos com obras belas como esta.
Aproveito para agradecer o comentário que deixou no Nova Águia sobre os Nordestinos.O mérito não é meu é do Marcos França.
Como deixou o comentário no Nova Águia, será de admitir que não tenha lido o resto do texto no blogue Rosa-dos-Ventos. Se não o fez,aconselho que o faça porque é interessante.
Se quizer contactar-me para trocarmos colaboração peço que o faça para:
«a.santosnorton@gmail.com»
Um abraço.

SIMONE GOIS disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
NAMIBIANO FERREIRA disse...

Lindo, sensual e de uma estetica erótica que transmite Luz, parabéns Adriana,
Bjs
Nami

Milouska disse...

Lindíssimo poema com uma enorme sensualidade.
Parabéns pela escolha.
Um abraço

Azuir disse...

Poesia de um Amor infinito, pra gente infinitamente imitar.
Parabéns por difundir o amor e o querer bem.
Abracáo Amigo
Azuir

Oliver Pickwick disse...

Aposto que nenhum defensor dos direitos humanos e da democracia, ousará protestar por uma invasão tão doce e sensual.
Um beijo!