Páginas

Desaguadouro

Estou desamando
em leito seco de rio
fazendo lama.

8 comentários:

Vilemar F. Costa disse...

Belo verso Adriana, conciso, profundo,amoroso e vasto.
Vilemar

Arnaldo Norton disse...

Isso é um grito de libertação ou de tristeza ?

α∂яιαηα сoѕтα disse...

Numa relação a liberdade, às vezes, é um passo inseguro. Algúem sempre fica triste.

Beijos, Arnaldo.

Beijos, Vilemar.

Lunna disse...

Espero que seja apenas um verso e não o inverso. Beijos carissima

O que elas estao lendo!? disse...

Obrigada por ter estado conosco este ano.

Temos um selinho prá você no nosso blog.

Boas festas!

douglas D. disse...

muito bom!

NAMIBIANO FERREIRA disse...

Adriana, há quanto tempo nao vinha te visitar... houve um tempo que nao conseguia entrar no seu blogue. Os poemas pequenos sao os que escondem mais poesia...
Kandandu

Francy´s Oliva disse...

RS... olá Adriana, tudo bem?? Espero que sim ando por entre as palavras no dia de hoje, então resolvi fazer-ti uma visita.
Bjs, tenha uma excêlente semana.