Páginas

Solis


Não há sobre a terra
amante como o meu:
inteiramente dedicado
estimula-me
aquece-me
envolve-me o corpo todo com centenas de braços
Sei, sempre, onde ele está
Sussurra-me palavras calorosas o dia inteiro

Diurna -  ele se vai e eu me desfaço em água
mergulho a noite profundamente
como se eu não existisse

Ele me chama calmamente com dedos finos
suaves
sensuais
a cada manhã

e sua força faz cada átomo do meu corpo reagir
entra-me pela narina
pela boca
pelos olhos
e me inunda toda de esperma cósmico

exalo poeira estelar
expiro estrelas após o gozo matinal
pairo sobre a cidade ainda sob radiação solar

estou também, dispersa pelo mundo.


Nenhum comentário: